Buscar
  • Sonia Cortez

CORONAVIRUS - Ameaça Global ou Consciencialização?

Tempo...Quantas vezes dizemos esta palavra?

Dizemo-la de forma tão recorrente, que parece já fazer parte do nosso vocabulário diário...

Tempo... Inimigo de quem não quer envelhecer, e mestre daqueles que querem aprender. Dual, como tudo nesta nossa vida...


Quantas são as vezes, que não temos "TEMPO" para olhar ao nosso redor, estar simplesmente sem fazer nada, brincar com os filhos, ler, ouvir música, amar...Quanto tempo será necessário para pararmos de dizer que não temos tempo. Mesmo que o dia tivesse 48 horas por certo voltaríamos a dizer que não temos tempo. Porque vivemos numa sociedade apressada, solitária em busca de consolo em bens materiais, tapando o buraco que nos arde no peito com coisas fúteis e desnecessárias, que apenas apaziguam a dor por breves instantes. Felicidade momentânea.

E sem termos consciência disso, vamos alimentando o ego e deixando para trás tudo aquilo que realmente vale a pena. 

E de um dia para o outro tudo muda... Não quisemos mudar, então o universo encarregou-se de nos fazer parar, através de um vírus tão minúsculo, mas com um poder extraordinário, capaz de parar um país, uma nação, o mundo!


Como é que esta ameaça nos fez parar, reflectir na vida que levamos? Como é possível algo tão minúsculo fazer tantos danos? 

O Universo está a enviar sinais, temos de parar...Abrandar este nosso ritmo, que nos impede de ver, de sentir, de viver... Será esta a terceira guerra mundial? Aquela de que tanto se falava? Aquela que temos de travar contra um inimigo invisível e silencioso?


Não sabemos até quando estaremos confinados, sabendo no entanto que é um confinamento necessário, para nós e para os outros. Será esta a consciencialização de que não estamos sós, que precisamos todos uns dos outros, como unidade global? Será que conseguiremos perceber que nem todo o dinheiro do mundo trava este vírus? Que ataca tanto ricos como pobres? Quantas vidas teremos de sacrificar para enfim aprendermos a lição? 

O mundo não é nosso, não é de ninguém, ele apenas gentilmente nos deixa habitar... 

Que ilações tirar disto tudo? 

Esperemos que após tudo isto, saibamos dar graças a tudo o que temos, que possamos nos tornar mais humanos, solidários, menos consumistas, mais humildes...Que tenhamos a natureza e os seres (humanos, animais) como nossa preocupação principal. Que vivamos em comunhão com o universo.

Será que aprendemos a lição?

Passamos a vida a menosprezar aqueles que hoje nos salvam! Só espero que no final saibamos agradecer àqueles que estiveram sempre lá, noites sem dormir, sem verem as suas famílias, com a possibilidade, também, eles de ficarem contaminados...

Num mundo onde se pagam milhões a quem joga à bola, deveríamos pensar e repensar quem merece realmente ser reconhecido...A todos os técnicos de saúde, médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, técnicos de limpeza hospitalar...o meu muito obrigada! Obrigada por tudo!


Na esperança que tudo isto vai passar, espero ainda mais que as pessoas mudem a sua maneira de ver a vida!! 


"Depois da tempestade vem a bonança", que venha, mas não monetariamente, mas sim na nossa mudança. Mudança de hábitos, atitude, mais solidariedade, menos consumo! Sejamos, enfim HUMANOS!


Até breve!

5 visualizações