Buscar
  • Sonia Cortez

Momentos...

Ando envolvida num misto de sentimentos.

Estou feliz, porque começo finalmente a ver reconhecido o meu talento, aquele com o qual nasci, aquele que escolhi esconder por tantos anos em prol de estabilidade familiar. Aquele que foi o único que nunca me abandonou, e mesmo eu renegando-o por tantas vezes, implorando muitas dessas vezes a Deus que o eliminasse da minha vida, visto que eu não podia mostrá-lo ao mundo, ali ficou, "observando-me", por vezes encorajando-me a mostrá-lo. 

Hoje...estou feliz porque finalmente coloquei-o cá para fora, dei-lhe o devido valor e agradeço a Deus o dom que me deu...pois ele faz-me sentir feliz, especial...

Desde que decidi mudar o rumo à minha vida, tanta coisa aconteceu. Tenho tido momentos de alegria, tristeza, solidão, realização....tudo me tem feito crescer. Tenho visto pessoas a aproximarem-se, outras a afastarem-se, mas apesar da dor do afastamento de algumas dessas pessoas, penso que se se afastaram foi por escolha delas e não minha, porque eu sou a mesma pessoa e continuo a amá-las da mesma forma. Não espero que aceitem as minhas decisões, mas esperava que entendessem que eu não podia mais viver assim, sufocada. Sei que algumas pessoas não entendem este meu lado de ver a vida, talvez porque limitam-se a viver as suas vidas da forma que foram "formatados" a fazê-lo, mas eu não sou assim, sou muito mais, tenho muito mais dentro de mim, tenho esta alma artista, que não consegue estar escondida. 

Para muita gente isto não é nada, para mim é tudo, é aquilo que sou, a minha essência, o mais puro de mim, e se para muitos de vós o reconhecimento implica dinheiro, para mim o reconhecimento implica sentimentos...o dar aos outros o que de melhor sei fazer, o transmitir sensações através do que canto e em troca eu recebo muito mais do que o dinheiro poderia pagar...recebo o carinho, o retorno de sentimentos, o "adorei ouvi-la", isso sim....é o mais importante para mim e não há dinheiro no mundo que possa pagar essa alegria na alma.

Há duas coisas no mundo que não trocaria por nada, amar e cantar. São sem dúvida os meus lemas de vida.

Há algum tempo em conversa com uma pessoa próxima, e a propósito do termo amar e amor, "debatíamos" esse tema, onde ouvindo-me com toda a atenção do mundo, essa pessoa voltou-se para mim e disse : "Eu jamais senti esse amor de que falas, essa fascinação... e pelo que vejo ainda bem, pelo menos não sofro". Depois de ouvi-la atentamente e de reflectir um pouco, achei que de certa forma, à sua maneira, ela até tinha razão, não amando também não sofremos, mas e valerá a pena? Passar por uma vida inteira sem saber o que é amar de verdade, mesmo que esse amor nos faça sofrer? Na minha opinião...não. 

Sinceramente prefiro ter sofrido por amor mas ter a certeza de que o senti. Senti aquele que é o mais altíssimo de todos os sentimentos, aquele pelo qual estamos vivos. 

Bem sei que me repito várias vezes nas questões que faço, mas volto a fazê-la, o que seríamos nós sem amor?

Não há nada que seja mais lindo e forte que este sentimento, podemos nunca vir a vivência-lo  com a pessoa amada, mas o facto de o sentirmos faz de nós pessoas especiais. capazes de ver a vida de outra forma, de encontrar amor nas mais pequenas coisas...

De certa forma, sinto tristeza, porque essa pessoa jamais saberá o que é o amor, mas respeito-a porque foi a sua escolha.

Nestes meus momentos de alegria, fraqueza, força e por vezes com vontade de desistir de tudo...vejo um novo eu, o reerguer de uma pessoa que luta todos os dias para não desistir nunca mais dela própria. 

Bem sei que o caminho ainda é longo, e com bastantes pedras e espinhos pelo caminho, mas estou certa que um dia eu terei o que desejo, não porque sim, mas porque mereço...e nesse dia olharei para trás e verei o caminho percorrido, com todas as suas lições, e restará o sentimento de que valeu a pena. 

Valeu a pena lutar pelo sonho e pelo amor. 

Sim, porque sei que mereço ser feliz, ter ao meu lado quem me ame de verdade e ver o meu sonho realizado.

Até breve....

0 visualização